Trabalhe 4 Horas por Semana

Quebrar todas as rotinas, viver em qualquer lugar que desejar e ainda ficar rico!

O livro de hoje será um best-seller sobre independência para trabalhar, "Trabalhe 4 horas por Semana" do autor Timothy Ferrys, explica em quatro partes (DEAL, acordo em Inglês) como mudar sua forma de trabalhar visando que sua vida seja feita de diversas "mini aposentadorias", e não mais trabalhar a vida toda para se aposentar quando estiver velho. 

Ele ilustra esta situação com a imagem de um velho careca em uma BMW vermelha conversível, este homem se privou a vida toda de aproveitar os prazeres do mundo para que na velhice conquiste um patrimônio que permita ter um carro destes. O que você prefere: Ser este homem ou ser alguém que aprendeu, enquanto trabalhava aprendeu a dançar tango por seis meses na Argentina? Aprendeu a lutar Muay Thai na Tailândia por um ano? Conhecer os cafés de Amsterdam durante três meses?

O longo do livro foi exposto várias dicas uteis, desafios e atitudes propostas pelo autor. Ao longo da leitura senti a real necessidade de me levantar e começar a fazer algo, não só aprender sobre o assunto.

Que tal aprender tango e conhecer Buenos Aires?
Que tal aprender tango e conhecer Buenos Aires?

DEFINIÇÃO

A primeira parte do livro traz uma série de definições, como o conceito de Novos Ricos (NR), que não é ser nem o patrão, nem o empregado, mas ser o proprietário do negócio. Seu objetivo deve ser ganhar toneladas de dinheiro com uma razão específica e sonhos definidos (incluindo cronogramas e métodos de ação). Então eu te pergunto, para qual finalidade você esta trabalhando?

Outra reflexão importante que é abordada é sobre aproveitar a vida. Curtir não deve ser visto como fazer coisas sem sentido, mas sim em controlar seu tempo e compreender que a maior parte das coisas que te envolvem não é tão sério quanto você faz parecer.

O prazer da experiência, a alegria do aprendizado de uma coisa nova em um lugar diferente, a sensação de liberdade para SER o que quiser e FAZER o que desejar é maior do que a sensação de simplesmente TER algo. Muitas vezes desejamos ter coisas pela facilidade de precificação (afinal, comprar um carro já tem preço fixo). Ser e fazer dará mais trabalho, pois teremos que considerar diversos fatores para mensurar. No livro o autor disponibiliza uma tabela que auxilia a desenvolver a Renda Mínima Necessária para concretizar este desejo. Que nada mais é que fazer diversos orçamentos do que deseja (hospedagem, transporte, preços das aulas, etc) e dividir pelo tempo que deseja correr atrás deste objetivo.

Por exemplo: quero aprender a dançar tango em Buenos Aires. Eu pesquiso o preço do aluguel, das passagens aéreas e das aulas particulares. Somo tudo e divido pelo tempo que pretendo trabalhar para realizar esta vontade. E então eu obtive minha renda mínima necessária para concretizar este objetivo.

ELIMINAÇÃO

A segunda parte do livro trata da eliminação e ensina das grandes regras para eliminar tudo que é desnecessário. O principio de Pareto e a Lei de Parkison.

  • Principio de Pareto (80/20): para diversos fenômenos, 80% dos resultados resultaram de 20% dos atos.
  • Lei de Parkison: uma tarefa aumentará de importância e de complexidade em relação ao tempo alocado para sua realização.

Tendo entendimento total destes dois estudos conseguiremos maximizar nossa eficiência em qualquer aspecto da nossa vida.

Como podemos aplicar ela?

  • Limite uma tarefa ao que é importante para reduzir o tempo de trabalho (80/20).
  • Enxugue o tempo de trabalho para limitar a tarefa só ao que é importante (Lei de Parkison).

Dentro ainda da busca pelo que é realmente importante temos que destacar os relacionamentos pessoais. O autor afirma que você é a medida das cinco pessoas com quem mais convive. Então se alguém não estiver te fazendo melhor esta te enfraquecendo. Não existe meio termo. Se não estiver te ajudando corte estas relações.

Uma das características dos novos ricos é o total foco na produção em vez de se focar na ocupação, pois se ocupar remete em várias atividades que esta fazendo por preguiça ou para evitar o que realmente é importante a ser feito, pelo simples fato das condições não serem perfeitas (e nunca serão).

Visando o foco na produção é importante para o NR aprender a delega poder, visando que não seja interrompido quando estiver fazendo o que realmente é importante para isso deve-se ensinar (funcionários, terceirizados ou até os filhos) quando e como deve entrar em contato com você. Uma boa dica no livro é que quando for responder e-mail para funcionários ou fornecedores usar o método "Se...Então" onde no mesmo e-mails você responde o que foi perguntado, expõe um problema e já da a solução, de formar que economizará tempo respondendo a dúvida do problema e a apresentação da solução.

Exemplo:

  • Funcionário: Sr, os lotes dos materiais estão abaixo do previsto, o que faremos?
  • NR: Contate o fornecedor e compre a média da venda dos últimos seis meses. Se o fornecedor oferecer desconto a vista, compre. Então reabasteça nosso estoque para os doze meses seguintes.

Com este e-mail você já respondeu forma de pagamento e quantidade necessária. Evitando mais duas interrupções.

AUTOMAÇÃO

A terceira parte do livro trata sobre automação, nesta parte é ressaltado a criação de sua "MUSA", que é um veículo automático de geração de renda sem consumir tempo. Aumentando o fluxo de renda pessoal e disponibilizando mais tempo para produção. Algumas considerações sobre sua musa:

  • Funcionamento é em piloto automático, sem necessidade constante de intervenção do proprietário.
  • Deve ser testada: não pergunte se alguém compraria. Peça que comprem. (uma boa dica sobre teste é nosso artigo sobre Startup).
  • Deve ser dimensionável: o esforço gasto para fornecer 10 mil pedidos por dia deve ser igual a 10 pedidos por semana.
  • Produto pode ter duas opções, básico ou Premium, todas as outras são gastos desnecessários e sem retornos. Para revendedores deve-se cobrar quantidade mínima com CNPJ e direcionar para o sistema online.
  • Nem todos os clientes são iguais. Ofereça produtos baratos para teste, nunca grátis. Pois invés de clientes conseguirá devoradores de tempo e dinheiro.

Sobre automatizar o trabalho deve sempre ter em mente que trabalho remoto é diferente de não trabalhar, deixar de trabalhar é desculpa para preguiçosos afogados em suas próprias ambições.

LIBERTAÇÃO

A última parte do livro é a cereja do bolo, trata sobre as mini aposentadorias e como começar a viver assim. Tudo abordado de maneira bem prática.

Nesta parte achei interessante a abordagem sobre ser demitido como uma "dádiva divina", pois quando se é demitido de um emprego onde você não se enquadrou foi à vida lhe dizendo que você pode ser melhor em outro local. E se você leu o livro, você não estava esperando precisar de opções para começar a procurá-las. Assim como ser demitido, pedir demissão é abordado como fundamental caso seu emprego atual não permita uma adaptação para o método de trabalho remoto.

Mini aposentadorias sempre!
Mini aposentadorias sempre!

A parte final do livro é uma série de dicas de como viajar, viver fora e ter novas experiências gastando muito pouco, incluindo até uma lista exemplar de coisas para carregar na sua mochila.

Hoje o resumo não ficou tão resumido assim, porque achei muitas coisas importantes no livro. Assumo que demorei um pouco para ler o livro, mas não por desmotivação, pelo contrário, não conseguia ficar sentado lendo sem tomar uma série de atitudes que me fizeram crescer e ampliar meu estado atual financeiro. Espero que o livro consiga despertar isto em você!

Bons estudos e bons investimentos!

Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco!    

Hoje colocarei em pauta o lado mais cientifico das finanças e comportamento humano. Espero com isto atingir quem tem interesse em aprofundar o conhecimento de como os acontecimentos globais e tendências de mercado afetam seu bolso para entender como economistas tentam prever o futuro.