Startup

Startup
Startup

Basicamente é um grupo de pessoas trabalhando em prol de uma ideia que acreditam poder fazer dinheiro. A procura de um modelo de negócio repetível e escalável que possa ser validado e testado por usuários e possíveis clientes.

Vamos explicar melhor, uma startup pode surgir de duas maneiras, a partir de uma oportunidade ou de uma necessidade do empreendedor que busca uma inovação. Esta inovação não precisa ser um produto novo propriamente dito, pode ser um produto significativamente melhorado, um novo método de produção, um novo mercado, nova fonte de matéria prima, nova indústria.

A partir desta definição vimos como o modelo de negócios de uma startup é gerar valor, logo, transformar trabalho em dinheiro oferecendo algo novo ou de maneira nova (ser repetível). Por se tratar de um negócio validado e testado seus custos são reduzidos permitindo crescer mais com menos recursos (ser escalável). Para que a inovação seja algo que se adeque ao mercado é importante que a startup satisfaça a dor do cliente, a sua necessidade, tendo mais valor do que uma ideia banal.

Sobre o inicio do processo de criação é importante saber que a startup deve ter alta adequação ao mercado e produção enxuta. Onde profissionais irão trabalhar de forma multidisciplinar, englobando diversas áreas do empreendedorismo para êxito da startup (trabalhar muito).

Para ser validado e testado, a startup deve criar um "Produto Minimamente Viável" (MPV em inglês) que clientes e usuários irão testar, passar feedbacks do produto ou serviços e então irá realizar as alterações (termo utilizado costuma ser pivota) no MPV, repetidas vezes, até chegar no ponto adequado aos clientes.

Uma as formas de planejamento da startup é a utilização de um modelo chamado Canvas (extraído do Bussines Model Generation), como se pode ver abaixo:

Canva
Canva

Este modelo será preenchido com "Post-it" pequenos com a finalidade de ter fácil leitura e simplicidade de mudança de estratégia. Dentre os campos para preenchimento temos:

  • Parceiro chave: Quem são os integrantes? Parceiros externos? Incubadora?
  • Atividade chave: Que tipo de atividade irá necessitar?
  • Recursos chave: Quais nossos recursos? De onde vieram? Quanto precisará?
  • Oferta de valor: Que valor entregou ao cliente? Qual problema está ajudando a resolver?
  • Relacionamentos: Que tipo de relacionamento cada um dos segmentos de clientes espera que estabeleçamos com eles?
  • Canais: Como nossos clientes querem ser contatados?
  • Segmento de clientes: Para que estamos criando valor? Quem é mais importante? Público alvo?
  • Estrutura de custos: Para onde vai nosso dinheiro?
  • Fontes de receita: Quais valores que os clientes estão realmente dispostos a pagar? Preço de mercado?

O canva deve estar sempre acessível na startup, para que tenha sempre ciência do que foi feito e do que falta.

Este foi mais um artigo para quem pretende iniciar a vida de empreendedor, lembrando que nesta jornada é necessário planejar-se muito antes de executar sua idéia. Pesquise, aprenda e busque sempre aprimorar seus conhecimentos no assunto.

"SE TIVESSE SEIS HORAS PARA DERRUBAR UMA ÁRVORE, EU PASSARIA AS PRIMEIRAS QUATRO HORAS AFIANDO O MACHADO."


Abaixo deixamos algumas sugestões de livro sobre o assunto:

Se ficou alguma dúvida, entre em contato conosco!